Regenerando areia sanitária para gatos com energia solar. Economia!

Quem tem gatos em apartamentos ou casas sem pátio, normalmente tem uma caixa com areia sanitária para as necessidades fisiológicas dos bichanos. Esta areia, na realidade, não é areia normal, mas sim material argiloso granulado de elevada absorção de urina. As fezes devem ser retiradas com a pazinha, descartadas no vaso sanitário. Veja este blog completíssimo sobre o assunto... um tratado sobre areia sanitária! http://areiadegato.blogspot.com/2009/03/tudo-sobre-areias-sanitarias-e-outros.html



Existem várias marcas no mercado, ultimamente surgiu uma marca importada (origem: Patagonia), Sanimiaou, de elevado poder de absorção, antiparasitaria, natural e reciclável, de granulometria maior. Preço competitivo, similar ao nacional (importador: Cia Zaffari Comércio e Industria - Porto Alegre - RS). Este fabricante inovou oferecendo também opcional uma embalagem com caixa de papelão que não necessita a caixa plástica!
Uma amiga me disse que era possivel fazer a regeneração desta areia simplesmente deixando horas exposta ao sol forte. Testei e funcionou! Agora eu troco a areia em um periodo, no minimo, o dobro do anterior. Para aumentar a eficiencia do processo, diminuir o tempo de exposição, tinha em casa sobrando um fogão solar de painel do tipo Cookit, deixo então uma vez por semana, normalmente aos finais de semana, a caixa ao sol dentro do cookit. Regenera, elimina odores, recicla! Veja as fotos!





A gata Mimi, desfilando pelo condomínio, agradece!!!



É bom lembrar que os gatos e cães transmitem pelas fezes e urina, para os humanos, varias doenças, leia o texto abaixo, retirado de: http://boasaude.uol.com.br/lib/ShowDoc.cfm?LibDocID=4159&ReturnCatID=1765

A leptospirose é transmitida pela urina ou pela água contaminada com urina de cães, gatos ou ratos. As "leptospiras", que provocam a doença, penetram através das mucosas, de ferimentos da pele ou da ingestão da água contaminada. É comum aparecerem surtos de leptospirose em épocas de enchentes, quando as pessoas entram em contato com a água da chuva contaminada. Para evitá-la, evite deixar comida a noite para o seu animal (quando você pegá-la pela manhã, ela pode estar contaminada com urina). Combata ratos, vacine seus animais anualmente ou, se você for de uma região onde a doença é comum, a cada 6 meses.

A toxoplasmose é provocada por um germe que habita no intestino dos felinos - nas cidades, o principal é o gato - e chega ao homem pelo contato com as fezes do animal. As mulheres devem tomar um cuidado especial para não pegar esta doença, não ingerindo leite cru nem manipulando carnes cruas sem luvas durante a gravidez e, caso elas já tenham a doença, devem ter um cuidado ainda mais especial para o bebê não nascer com problemas. Os portadores do vírus da Aids também devem tomar muito cuidado, pois a toxoplasmose neles pode ter conseqüências graves e levar à morte.

A criptococose pode ser transmitida por cão, gato, ovinos, primatas e pombos, através da aspiração do pó com o criptococo. Para evita-la, não deixe que os pombos façam ninhos no forro de sua casa e, se for limpar os excrementos, use uma máscara.

A larva migrans, ou bicho geográfico (bicho de pé), é adquirida através das fezes dos cães, principalmente na praia, escolas, prédios ou casas onde possa haver areia contaminada com estas fezes. Caso você crie cães, não deixe que eles evacuem nas praias, recolha suas fezes de gramados, parques e calçadas, e faça exames semestrais para tratar os animais doentes. Desta forma, você evita a contaminação de sua família e de outras pessoas.

Outros vermes podem ser transmitidos através das fezes e das lambidas os cães e gatos. O contágio também pode ser pela contaminação da água e dos alimentos com os quais os animais tenham tido contato, ou ainda pela areia contaminada com as fezes. Além disso, os animais contaminados eliminam constantemente ovos dos vermes que ficam aderidos aos pelos. As pulgas fazem parte do ciclo de transmissão, e a ingestão acidental de pulgas ou de ovos, principalmente por crianças, leva à contaminação. Além do exame de fezes periódico, você deve evitar a infestação de pulgas.

Finalmente, você deve saber que, se quiser realmente ter um animal de estimação, basta, como tudo na vida, cuidar bem dele e ele só lhe trará coisas boas. A sua precaução é que vai afastar o perigo das doenças.