SECADORES SOLARES - PROJETO ESALQ e alternativo

Com a energia térmica solar é possivel desidratar e secar frutas para posterior processamento. A ESALQ (Escola Superior de Arquitetura Luiz de Queiroz) publicou um manual para a construção de um eficiente secador solar. A base é metálica, da cor negra. O vidro faz o efeito estufa. Aconselho melhorias no rendimento com o acréscimo de abas laterais para melhor concentração de energia solar (podendo ser feito em papelão revestido com material reflexivo. O rendimento irá aumentar bastante com o projeto complementar das abas.
Com criatividade, pode ser utilizado o papelão (duplo de preferencia - adquirido em empresas que fazem caixas de papelão, encontradas nas cidades maiores). Lembrando que o papelão resiste a temperaturas superiores a 100 graus centigrados, o papel queima a 232 graus centigrados. O custo do papelão no atacado é de 1 real por metro quadrado (simples ondulado).


http://www.solefrutas.esalq.usp.br/docs/manual_secador_osb1_10.pdf



Outro interessante projeto de secador solar pode ser encontrado no seguinte endereço: http://projetoplanteumarvore.blogspot.com/2010/10/desidratacao-de-frutas-e-legumes-com.html

Também aconselho abas laterais refletoras (para aumentar o rendimento de captação solar), o uso de papelão junto com isopor, placa metalica inferior  pintada de preto